Por que nós Radioamadores temos que pagar à IARU?

Por que nós Radioamadores temos que pagar à IARU?

As telecomunicações no mundo inteiro estão regidas pela UIT – União Internacional de Telecomunicações – que tem sua sede em Genebra, na Suíça. Todos os países que utilizam as telecomunicações têm um organismo regulador das mesmas em seu território, que no caso do Brasil, é a ANATEL. Para efeito de melhor lidar com o mundo inteiro, a UIT, dividiu o mesmo em 3 regiões sendo: – Região 1, que compreende a Europa e a África; – Região 2, que compreende as 3 Américas; – e a Região 3, que compreende a Ásia e a Oceania. Cada uma destas regiões tem um organismo gerenciador das Telecomunicações, que se reúnem periodicamente, com o objetivo de se organizarem para as reuniões que acontecem em Genebra de 3 em 3 anos. O organismo que é vinculado à OEA – Organização dos Estados Americanos – é a CITEL – Conferência Interamericana de Telecomunicações, a qual está ligada a ANATEL.

Da mesma maneira, nós radioamadores temos que estar ligados com a UIT, para podermos defender as nossas bandas e tudo mais que diz respeito ao Serviço de Radioamador. Para tratar dos interesses dos radioamadores em todo o mundo existe a entidade representativa dos mesmos, e que se relaciona com a UIT. Esta entidade é a IARU – International Amateur Radio Union – ou seja, União Internacional de Radioamadores. Tal qual a UIT, a IARU também é dividida em 3 Regiões, e as Américas estão na Região 2, que por sua vez, é dividida em 7 Áreas. O Brasil junto com o Peru, a Bolívia e o Equador, se encontra na Área “F”.

A IARU Região 2 participa de todas as reuniões da CITEL, sendo que a última realizada no Brasil foi no ano de 2016, e foi em Brasília. Onde estiveram presentes o então presidente do Conselho Diretor da LABRE, e o radioamador Flávio Archangelo – PY2ZX. O radioamador Flávio – PY2ZX participou pela primeira vez de uma Assembleia trienal da IARU- R2 em 2013 em Cancun, no México. Nesta oportunidade ele atuou como secretário do Comitê do Plano de Bandas. O seu trabalho foi tão significativo, que ele foi convidado para representar a IARU-R2 na CITEL e posteriormente na UIT.

Durante as reuniões da CITEL a IARU participa como ouvinte, embora ela trabalhe nos bastidores, mantendo contato com os representantes dos países, encaminhando as solicitações dos radioamadores, e explicando as mesmas para que possam ser defendidas. Mas este trabalho começa antes das reuniões, ou seja, os representantes da IARU e os representantes das entidades de radioamadores dos países mantém contatos com os membros das delegações de seus países que participarão das reuniões, apresentando os interesses dos radioamadores. A partir deste momento, o Flávio-PY2ZX esteve sempre representando não só a Região 2 da IARU, mas a IARU nas reuniões mundial em Genebra.

Para que a IARU venha e desempenhar o seu papel de representante do radioamador no mundo, existem várias despesas. Na reunião anual do Conselho Administrativo da IARU, que aconteceu na Argentina nos anos de 90, foi votado o orçamento da entidade, e baseado no número de radioamadores que constavam nos arquivos, chegou-se um valor por radioamador licenciado, que é de U$ 0,07, ou seja, 7 centavos de dólar americano por ano, por radioamador licenciado por país.

Todas as entidades filiadas à IARU, e em nosso caso à IARU – Região 2, temos que cumprir com a nossa obrigação anual, para que não venhamos perder a nossa filiação à mesma, mantendo assim o nosso vínculo com a UIT. Em cada estado o radioamador brasileiro está representado pela Administração Estadual da LABRE de seu estado, que por sua vez, está ligada à LABRE Federal através de seus Conselheiros, Presidente e Presidente do Conselho de cada estado. Assim, todo radioamador brasileiro, tem a sua ligação com UIT por meio da LABRE de seu estado, que se liga à LABRE Nacional, que se liga com a IARU – Região 2, que por sua vez se liga com IARU, que nos defende junto à UIT.

Na reunião do Comitê Executivo da IARU R2, acontecido de forma virtual em fevereiro de 2021, foi acertado que em função da pandemia da COVID19, não houveram reuniões presenciais da IARU e da UIT, as despesas foram menores. Assim, o valor que cada Sociedade membro iria pagar, seria um valor de 50% do valor normal de sua contribuição.

Já na reunião do Comitê Executivo da IARU R2, acontecido de forma virtual em fevereiro de 2022, ficou decidido que para este ano todas as Sociedades Membro não teriam pagamento a ser feito à IARU R2. Ficou também decidido que neste ano de 2022, a Assembleia Trienal que estava programada para acontecer em Buenos Aires, Argentina, acontecerá de forma virtual também. Tendo sido escolhido uma comissão de seis participantes para trabalharem na organização desta Assembleia. E este ano teremos uma situação nova, teremos eleição para todo o Comitê Executivo, ou seja, Presidente, Vice-Presidente, Secretário, tesoureiro e diretores de área.

Dessa maneira, o Comitê Executivo da IARU R2 espera ter um número expressivo de participantes, uma vez que as Sociedades Membro não terão despesas de viagem para participar.

Gustavo de Faria Franco – PT2ADM Presidente da LABRE-DF Diretor da Área “F” IARU Região 2.

Compartilhar post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Skip to content